capa
Blog, Moda

2015 – o ano da Liberdade e das Libertações

Em um ano configurado pela desordem, por catástrofes e banalidades sociais e ambientais, podemos dizer que liberdade e libertações também foram palavras colocadas em prática no ano de 2015. Principalmente a movimentos sociais que se fortaleceram, como o feminismo.

Segundo a coluna FFW Fashion Forward a batalha é em suma enfrentada pelas mulheres e faria pouco sentido apenas relatar factuais sobre o feminismo neste ano. Logo, Joelle Marie Declercq – redatora e repórter da Vice Brasil – faz o balanço de 2015 e aponta como todos os fatos refletiram na consciência feminina e feminismo, neste ano, para todas. “Se tem uma conquista para as mulheres em 2015 é a de que definitivamente se considerar feminista deixou de ser um palavrão. Além disso, com o engajamento nas ruas e na internet (instrumento importantíssimo para o movimento), mais mulheres (…) estão reivindicando seu espaço na luta por seus direitos”.

Enfim, 2015 foi ano em que as mulheres exigiram mais espaço. Eis que surge, mulheres mais Donas de Si, e com elas um blog repleto de informação, cultura, conhecimento e é claro – moda.

A moda esteve e está presente nesta batalha da luta por igualdade. Pela sororidade. Pela aceitação e despragmantização das escolhas de gênero… afinal não nos escondemos atrás de panos, somos a irreverência deste elemento identitário que traduz – moda.

E uma forma de homenagear as mulheres e mostrar o quanto a moda está ao lado dessa trajetória, resolvemos fazer uma retrospectiva do que “bombou” na moda neste ano.

As fashionistas começaram o ano com a “vibe” boho dos anos 70, apostando em vestidos longos, camurça e muita franja. O estilo ainda perpertua nas novas estações de 2016, levando o estilo folk das passarelas às ruas.

imagem Pinterest

Imagem retirada do Pinterest

 

Ao longo dos meses outras tendências surgiram, como o tênis branco, que reinou das fashion weeks a mundo afora. A cor branca foi a escolhida, além do tênis, para o mocassim, escarpin, oxford, sapatilhas… Trata-se de um item atemporal e chique, que vai durar no guarda-roupa um bom tempo ainda.

Imagem retirada do Pinterest

Imagens retiradas do Pinterest

 

Falando em polêmicas, as pantacourts – ou pantalonas curtas também entraram para a discussão, mas acabaram virando febre das mulheres mais descoladas. Com origem na aristocracia europeia, do final do século XVI, a calça também foi usada pelas mulheres nos primórdios do feminismo e tornou-se um símbolo. Para alongar a silhueta, vale combinar com salto alto, tops cropped ou ainda t-shirts usadas para dentro.

Imagem retirada do Pinterest

Imagens retiradas do Pinterest

 

O midi, foi sem dúvidas o comprimento que mais fez sucesso este ano. Apareceu em vestidos e saias das mais diferentes modelagens e texturas.  A tendência também quebrou tabus ao evidenciar que baixinhas podem apostar no look – afinal, saltos e sandálias nudes, top croppeds ajudam a equilibrar a proporções e liberar a peça para todas.

Imagens retiradas do Pinteres

Imagens retiradas do Pinterest

 

Já o decote do ano foi o ombro a ombro. Elegante e sensual na medida, vai desde as versões mais clássicas, com ar mais hippie e boho, até as de festa. A tendência é a cara do verão, por isso continua bombando no calorzinho de 2016.

Imagens retiradas do Pinterest

Imagens retiradas do Pinterest

 

Das jardineiras jeans a modelos sofisticados de seda ou alfaiataria, o Macacão é prático, funcional e se tornou o queridinho do ano. Se fica pra 2016? Com certeza, depende só, do estilo de cada mulher.

Imagens retiradas do Pinterest

Imagens retiradas do Pinterest

 

E o “top” mais do ano ficou com o mais usado e queridinho por todos – o jeans. Na verdade, ele nunca saiu de moda, mas este ano só deu ele, jaquetas, calças, vestidos, shorts, macacões e até calçados ganharam versões no tecido. Ainda bem que é um investimento eterno.

Imagem retirada do Pinterest

Imagens retiradas do Pinterest

 

E para falar dos acessórios, precisamos um pouco mais de espaço, pois eles vieram na versão maxi – brincos grandões, em formatos geométricos, cheios de brilhos ou minimalistas. Aproveita!!!!!!!

Imagem retirada do Pinterest

Imagem retirada do Pinterest

 

Ufaaaaa… 2015 chega ao fim, e mesmo que muitas coisas não sairam como a gente quis, a vida aconteceu e como diz Simone de Beavouir – “Que nada nos define. Que nada nos sujeite. Que a liberdade seja a nossa própria substância”. #vemcomtudo2016

Mensagem Anterior Próximo Post

Você Pode Gostar Também

Sem Comentários

Deixe uma resposta