Arquitetura & Decoração

O que é Desing de Interiores?

1

               O design de interiores é uma evolução técnica e estética da decoração. Com os avanços tecnológicos em equipamentos, materiais e uso dos espaços, os profissionais da área foram convocados a adquirem novos conhecimentos, novas competências e habilidade técnica para projetar. Com esta nova realidade surge uma nova profissão, uma área bem mais ampla e vasta, com vários segmentos, não somente focada na estética, mas em um conjunto de elementos, tais como tamanho, ergonomia, proporção e cores, entre outros. O designer de interiores é aquele profissional que busca a melhor interação entre as pessoas e seus espaços, entendendo o uso e criando as soluções para que esta relação seja a mais harmônica possível. Esse profissional recebe em seu curso conteúdos multidisciplinares de design, arquitetura, engenharia, artes, computação gráfica, entre outras áreas. Para que tenha um bom desempenho na área, além da graduação é essencial ter conhecimentos de história da arte, psicologia ambiental e capacidade para entender os estilos compatíveis com as personalidades das pessoas.

               O profissional de design de interiores desenvolve e executa projetos voltados para áreas internas de residências, comércio, indústrias, entre outros, com elaboração de plantas, elevações e perspectivas de apresentação ao cliente. Planeja e organiza os espaços, escolhendo e combinando os diversos elementos de um ambiente. Estabelece relações estéticas e funcionais, harmoniza em um determinado espaço, móveis, objetos e acessórios, procurando conciliar conforto, praticidade e beleza. Escolhe as cores, materiais, acabamentos e iluminação, utilizando tudo de acordo com o ambiente e adequando o projeto às necessidades, ao estilo e à disponibilidade financeira do cliente. Ocupa-se também de desenho do mobiliário que vai compor o espaço, especificações de produtos, estabelecimento de cronogramas e prazos, definição de orçamentos, contratação de profissionais e empresas para a execução dos trabalhos sob sua supervisão, gerenciamento de obras, entre outras atividades. Costuma trabalhar como autônomo, montando seu próprio escritório, mas pode atuar também em escritórios de arquitetura, empresas especializadas em decoração e design de interiores ou, ainda, como consultor em lojas de móveis.

               2

               O trabalho de um designer de interiores pode ser dividido em duas etapas principais, planejamento e execução. O projeto é o conceito e a sua representação técnica; refere-se às ideias e soluções baseadas nas necessidades específicas de cada cliente. É representado por croquis, plantas, memoriais, referências, esquemas, projetos 2D e 3D, etc.  O gerenciamento, acompanhamento ou execução da obra é a parte onde o que foi projetado se torna real. Envolve etapas como escolha de fornecedores, tomada de orçamentos, visitas à obra, escolha de amostras, controle do cronograma, visitas às lojas de mobiliários, entre outras tarefas, chegando à produção final. É a parte mais humana do processo, onde a equipe precisa interagir e controlar todas as etapas, dando respostas rápidas para as dúvidas e situações de obra. Essa etapa é tão importante quanto a etapa de projetar, pois é cuidar para que o projetado seja bem feito, dentro de um prazo e de uma verba aprovada.

Milena

Milena Moura de Ornelas.

Designer de Interiores, Assistente Social e Nerd.

Apaixonada por cores e pela vida!

Fontes:

  • Design de Interiores – Dúvidas Frequentes. Por Laerte Galesso. In ABRA Escola de Arte + Design (http://www.abra.com.br)

Imagens: Google

Mensagem Anterior Próximo Post

Você Pode Gostar Também

Sem Comentários

Deixe uma resposta