Viagens

Pequeno roteiro para Portugal

Quando se pensa em viajar para a Europa, raramente Portugal é a primeira opção. França, Alemanha, Itália e Espanha, seguidos de outros países, ao que me parece, figuram no topo dos desejos dos viajantes, inclusive no meu. Conhecer Paris era, para mim, realizar um sonho de infância ou de adolescência, sei lá, porque fazia muitos anos que eu afirmava que a minha primeira ida para a Europa seria para lá. E assim foi.

No entanto, uns amigos estavam vivendo uma temporada em Lisboa por conta do mestrado e nós resolvemos aproveitar a oportunidade e ir até lá visitá-los, já que o nosso voo era via Lisboa. E Portugal foi uma grata surpresa!

Foram três dias muito intensos, mas que nos deixou com gostinho de quero mais (tanto que voltei em outubro do ano passado…). O roteiro foi montado por nossa amiga, que se esmerou demais. Meu único pedido foi ir a Fátima.

Então, assim dividimos os nossos dias:

Dia 1:

Chegamos a Lisboa, vindos de Paris, no início da tarde e visitamos de pronto a Torre de Belém, o Padrão dos Descobrimentos (de onde partiam as caravelas rumo às terras distantes) e o Mosteiro dos Jerónimos, tudo ali, na margem do Tejo (“Pelo Tejo se vai ao longe…” está escrito no chão). Ah, comemos os famosos e originais Pasteis de Belém, que são deliciosos e não, não existe outro igual em qualquer outro lugar, que não na Pastelaria de Belém! Quem já comeu, sabe do que estou falando, quem ainda não teve essa oportunidade, pensa em algo bom, não! Algo muito bom!

post14

Dia 2:

No dia seguinte, pegamos a estrada rumo ao Santuário de Fátima, que havia recebido a visita do Papa Bento XVI fazia poucos dias. Independente de religião, o lugar merece a visita, porque a energia que tem lá é inexplicável!

Na sequência, visitamos o Mosteiro de Batalha, de Alcobaça e a encantadora Óbidos, que contei aqui. Foi a minha primeira cidade murada, que me encantou. Ah, aqui se toma a Ginjinha D’Óbidos, um licor delicioso.

Depois retornamos para Lisboa. Não, ainda não escrevi nada a respeito dos demais locais que visitei! Quem sabe um dia!

Óbidos - Portugal

Óbidos – Portugal

post14-01

Dia 03:

No dia seguinte, saímos para outro lado. Estivemos em Estoril, Cascais, Sintra (com seu lindo Palácio da Pena e Castelo dos Mouros) e Queluz. O Palácio Nacional de Queluz abrigava a Família Real Portuguesa antes de virem para o Brasil. No livro 1808, de Laurentino Gomes, ele é citado. Após visitarmos esse lindo palácio, voltamos para Lisboa.

post14-02

Dia 04:

Era nosso último dia em Lisboa. À noite tínhamos que voar de volta ao Brasil. Ao longo do dia, visitamos um pouco mais da linda capital portuguesa. Alfama (com o Eléctrico 28), Castelo de São Jorge, Rua Augusta, Chiado e arredores.

Mesmo com tão pouco tempo, conseguimos ter uma pequena noção das surpresas que Portugal nos guarda. História que se mistura com a nossa, arquitetura que se mistura com a dos mouros, lugares de inimaginável beleza e, claro, o melhor bacalhau, bons vinhos e pastel de Belém. Não tem como não se apaixonar por lá!

E hoje em dia é possível se fazer em Lisboa o que se chama de stopover: você compra a passagem pela empresa aérea portuguesa para o seu destino final na Europa, mas desembarca em Lisboa, por dois ou três dias, cumpre o roteiro que sugiro neste post, e depois segue viagem para o seu destino final, sem que sua passagem custe mais por isso (o aeroporto de Lisboa é muito bem localizado e bem servido de transporte público, facilitando este deslocamento. Aliás, a chegada em Lisboa é de tirar o fôlego!). É possível fazer essa simulação no sítio da empresa, embora seja um pouco complexo. Fiz isso ano passado com outra empresa para conhecer Amsterdam. E valeu muito!

 

andrea barros particular2

Mensagem Anterior Pr