Browsing Tag

filme

____55317a397eec5
Cultura

Dica cultural: filme “Exótico Hotel Marigold 2″

O VII Ciclo de Cinema “Envelhecimento” apresenta neste sábado, dia 24 de setembro, o filme “Exótico Hotel Marigold 2″. A exibição será das 14h às 16h30min na CESMA (Cooperativa de Estudantes de Santa Maria). A entrada é franca.

No filme, Sonny Kapoor (Dev Patel) tenta encontrar tempo para expandir os negócios enquanto se prepara para o casamento com Sunaina (Tina Desai). O Hotel Marigold, que está recebendo mais pedidos do que tem disponível, tem lotação praticamente esgotada e ele precisa de uma nova propriedade para receber novos hóspedes. Sonny está de olho em uma promissora propriedade, agora que o seu hotel para idosos tem apenas uma única vaga.

Veja o trailer:

Contato: 55. 99569492

Email: marco.acosta@bol.com.br

Um-Amor-de-Vizinha-poster
Cultura

Dica cultural: filme “Um amor de vizinha”

O VII Ciclo de Cinema “Envelhecimento” apresenta neste sábado, dia 20 de agosto, o filme “Um amor de vizinha”. A exibição será das 14h às 16h30min na CESMA (Cooperativa de Estudantes de Santa Maria). A entrada é franca.

No filme, Oren Little (Michael Douglas), um corretor de imóveis insensível, egocêntrico e muito rico, se depara com um desafio: a recente chegada de seu filho, com quem não fala há anos, e a notícia de que terá que tomar conta de sua pequena neta. Sem saber como proceder com uma criança que ele mal conhece, pede ajuda para a vizinha Leah (Diane Keaton), uma mulher divertida, determinada, que não se abala facilmente e pode acabar mudando a vida dele.

Veja o trailer:


Contato: 55. 99569492
Email: marco.acosta@bol.com.br

julianne-moore-in-still-alice
Cultura

Dica cultural: filme “Para Sempre Alice”

Já assistiu o filme Para Sempre Alice? Ele conta a história da Dra. Alice Howland (Julianne Moore), uma renomada professora de linguística, que, aos poucos, começa a esquecer certas palavras, tem apagões de consciência e esquece compromissos. Ela é diagnosticada com Alzheimer, doença degenerativa que causa demência. O filme ensina que com ou sem doença, devemos seguir nos passos de Alice e aproveitar ao máximo cada momento da vida.

Julianne Moore ganhou mais de 30 prêmios por sua atuação em Para Sempre Alice – incluindo O Oscar.

O filme será exibido sábado, dia 23.07.16, das 14h às 16h30 na CESMA (Cooperativa de Estudantes de Santa Maria). A entrada é franca e a exibição faz parte do VII Ciclo de Cinema “Envelhecimento”.
Contato: 55. 99569492
Email: marco.acosta@bol.com.br

Veja o trailer:

 

065782.jpg-r_1280_720-f_jpg-q_x-xxyxx
Cultura, Entretenimento

Filmes que amamos: Florence: quem é essa mulher? (2016)

415958Nesta semana, a dica das Mulheres Donas de Si é o filme “Florence: quem é essa mulher?”. Dirigido por Stephen Frears, o longa narra a história de Florence Foster (interpretada pela Meryl Streep), uma herdeira novaiorquina que sonha em alcançar o sucesso como cantora de ópera nos palcos americanos. A personagem acredita fielmente que sua voz é linda, mas aos ouvidos dos outros a opinião não é a mesma. A trama ganha emoção e altas risadas quando o seu marido e empresário St. Clair Bayfield (interpretado pelo Hugh Grant) tem a missão de impedir que Florence descubra que sua voz não é tão boa quanto pensava. O talento da cantora estará à prova em um grande espetáculo e o resultado disso tudo você confere no final!

O filme traz belas lições sobre o poder da mulher e a persistência diante dos sonhos, provando que a garra e determinação podem ser o nosso maior talento.

O filme estreia hoje nos cinemas. Bom filme!

Veja o trailer:

O-Começo-da-vida-depois-da-chegada-documentario
Cultura, Entretenimento

Filmes que amamos: O começo da vida (2016)

O filme da vez chama-se “O começo da vida”. Lançado no mês de maio, o longa percorre diversas culturas e quebra paradigmas para mostrar a importância dos primeiros anos de vida na formação de uma pessoa.

A primeira infância, período que vai da gestação aos seis anos, é fundamental para a construção do caráter da criança e, consequentemente, uma sociedade mais justa. O filme aborda as mães como elemento primordial nessa formação do indivíduo, tanto pelo laço afetivo que se cria durante a gravidez, quanto nos primeiros passos de seus filhos.

Trazendo fortes convicções de que investir no desenvolvimento das crianças é o melhor caminho para que o futuro comece a ser mudado, o filme “O começo da vida” é uma excelente dica para todas as mulheres que são, ou sonham, em ser mães.

Veja o trailer:

Onde assistir? VideoCamp, Youtube e Netflix.

Viagens

Como se inspirar para uma viagem?

Independentemente da forma como você prefere viajar, se em grupo, pacote ou sozinho, preparar-se é fundamental. Quando se integra um grupo organizado por uma agência ou operadora, há um guia que acompanha e que relata os fatos mais importantes sobre o lugar, mostra detalhes da arquitetura e determina o tempo disponível para que você, após as orientações recebidas, explore minimamente o atrativo que está sendo visitado. Às vezes, isso não é possível, porque existe um roteiro a seguir.

Quando se viaja por conta própria, não existe o guia para te acompanhar, a menos que você, no destino, contrate um de forma particular (em Machu Picchu eu realmente recomendo um guia particular para a melhor compreensão do sítio arqueológico como um todo). Logo, você terá que obter as informações que deseja por outros meios. Além dos guias publicados pelas editoras (Lonely Planet, Guia da Folha, etc.) e das revistas especializadas (Viagem e Turismo, Viaje mais por menos, etc.), existem muitos blogs que escrevem sobre o destino para que você está prestes a embarcar (consulte os sítios da RBBV e da ABBV e poderá ter acesso a vários deles, todos com informações sérias sobre os destinos viajados). Pode ter certeza: alguém já esteve lá antes e já escreveu algo em algum lugar. É preciso um pouco de paciência e tempo para garimpar as informações disponíveis na web. Sinceramente, não sei como se viajava antes da internet…

Mas existe outra forma de você se inspirar para viajar: livros e filmes. Confessa aí que ficou louca para ir para a Roma, Índia e Bali logo depois de assistir ‘Comer, Rezar e Amar’, com a Júlia Roberts? Ou voar para a Toscana, após ler ou assistir o filme ‘Sob o Sol da Toscana’? Lembro que montei um roteiro inteiro para a Espanha após assistir ‘Vicky Cristina Barcelona’… E que delirei na Praça de Espanha, em Roma, ao lembrar do ‘Para Roma com amor’, de Woody Allen… E a lista de filmes não termina assim tão rapidamente… ‘Meia-noite em Paris’, ‘O carteiro e o poeta’, ‘Cartas para Julieta’ e outros tantos que não me vêm à memória agora…

filmes01

E o que dizer dos livros, então? ‘Eu, Monalisa’ descreve a Florença antiga de forma tão detalhada que quando pisei na Ponte Vecchio, podia quase enxergar as bancas que ali existiram (atualmente são comerciantes de ouro a grande maioria). ‘Minha vida com Pablo Neruda’ relata a história de amor entre o poeta e sua ‘Chascona’, Matilde Urrutia, cujos detalhes narrados no livro podem ser visitados em suas três casas no Chile: La Chascona (Santiago), Isla Negra e La Sebastiana (Viña Del Mar). Os próprios livros de Dan Brown (Código da Vinci, Anjos e Demônios, etc.) são excelentes ao detalhar os locais por onde passam seus personagens.

livros01

Martha Medeiros escreveu o melhor guia para Santiago do Chile. Mais recentemente, ‘Um lugar na janela’ reúne crônicas de suas viagens. Luciana Tomasi, outra gaúcha que adora viajar, conta suas aventuras pela Ásia em dois livros deliciosos de ler: Um SPA na Índia e Três Cidades perto do céu (ih, ainda não bloguei ele…). Guilherme Canever viaja de forma totalmente independente e de mochila. Narrou suas peripécias em De Capetown a Muscat: uma aventura pela África’ e ‘Rota da Seda’, ambos da editora Pulp.

livros02

Além das informações práticas para o destino, que você vai precisar e que os guias, revistas e blogs proporcionam, a literatura e o cinema ajudam muito no quesito informações e inspirações sobre o destino. Seja para você se preparar, seja para você rever um lugar que já conhece. E assim você não fica preso à versão oficial, que é aquela que querem que você saiba; pelo contrário, você pode questionar, buscar temas de seu interesse e compreender muito além daquilo que o destino tem para te mostrar, além de encontrar lugares superlegais que não integram o roteiro oficial, digamos assim.

E você, como se prepara para a sua viagem? Conte para a gente!

 

andrea barros particular2